6ª Edição do Festival Se Rasgum – 3 dias de muita informação cultural e musical

Depois de cinco grandes edições e de citações elogiosas em alguns dos maiores veículos da imprensa musical do Brasil (revista “Bravo!”, “Folha de S. Paulo”, revista “Billboard” e MTV Brasil), o Festival Se Rasgum chega à sua sexta edição, que começa hoje no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. Hoje, o evento abrirá suas portas às 21h, e no sábado e domingo às 20h.

Na sexta-feira, o Salão B do Hangar recebe as bandas Eddie (PE), Bidê ou Balde (RS), as locais Projeto Charmoso e Circuito Floresta Sonora e o compositor Leoni (ex-Kid Abelha e Heróis da Resistência) para um show especial tendo como banda convidada Suzana Flag. No sábado, Lobão (RJ) é a grande atração do dia, com seu novo show eletrificado e mais de duas horas com hits de toda sua carreira. Antes dele tem as atrações locais Pirucaba Jazz, Maquine, Juca Culatra & Crystal Reggae e a Gang do Eletro. E as nacionais Totonho e os Cabra (PB/RJ), Babilak Bah (MG/PB) e De Falla (RS), além da atração internacional, a uruguaia El Cuarteto de Nos.

E o domingo, 20, terceiro e último dia do Festival, a programação sofreu duas alterações. A primeira com o cancelamento da participação da jovem cantora e compositora paulistana Mallu Magalhães, que cancelou todos os shows de sua nova turnê por motivo de saúde. Em seu lugar, no entanto, vem BNegão e Os Seletores de Frequência, com seu som que traz uma mistura equilibrada de funk, rock e hip hop. Esta será a primeira apresentação do ex-Planet Hemp com sua banda em Belém. BNegão já veio anteriormente como convidado do combo carioca Digital Dubs. A outra substituição da noite foi na troca do guitarrista que participará do show de Mestre Vieira. Fernando Catatau, do Cidadão Instigado, não poderá vir por uma incompatibilidade de agenda que o fez cancelar sua participação. Em seu lugar entra o guitarrista João Erbetta, da banda Los Pirata e do Grupo de Marcelo Jeneci, que fecha a noite e a sexta edição do Festival com o show do aclamado disco “Feito pra acabar”. Pela noite de domingo ainda passam os roqueiros de Belo Horizonte do grupo Fusile, além dos locais da Antcorpus, Vinil Laranja, Laurentino e Os Cascudos e a festa regional do Arraial do Pavulagem.

Dobradinhas ousadas marcam a 6ª edição

Conhecido pelas baladas pop nas rodinhas de violão, Leoni deve protagonizar o show mais curioso e ousados do 6º Festival Se Rasgum. Diante do público acostumado a uma pegada mais rock e aberto à experimentações do cenário independente não são as opiniões afiadas de Lobão que causam estranhamento e sim na escalação o compositor de hits como “Garotos II”, “Pintura Íntima” e “Exagerado”. O carioca Leoni se apresenta na noite de sexta-feira, acompanhado da banda Suzana Flag.

Mas Leoni, que utiliza as ferramentas colaborativas da internet para divulgar novos trabalhos e até organizar shows financiados exclusivamente pela iniciativa do público, subverte a lógica do artista “comercial”. A reinvenção inspirou o livro “Manual de Sobrevivência no Mundo Digital”.

Para fazer esta incursão um tanto ousada nos palcos do Se Rasgum o artista vai ter a companhia da banda paraense Suzana Flag, que tempera os clássicos de Leoni com um pop moderno e criativo. “A proposta foi uma surpresa, aceitamos imediatamente, o Leoni é um ídolo para nós”, conta o guitarrista Joel Melo.

No ano passado o encontro de Odair José com a banda mineira Dead Lover’s Twisted Heart rendeu um dos shows mais elogiados do festival. As antológicas “Cadê Você”, “Pare de tomar a pílula”, “Eu vou tirar você deste lugar”, entre tantos outros clássicos do brega dor-de-cotovelo levaram o gogó da plateia ao limite. Comoção também na parceria de Dado Villa Lobos e Los Porongas, o ex-guitarrista do Legião Urbana não se furtou a tocar músicas do repertório da banda acreana bem como relembrar hinos que marcaram a adolescência de todas as gerações desde a década de 80.

“Mestre Vieira e os Dinâmicos” apresentam a guitarrada

Além de Leoni e Susana Flag o festival deste ano reserva outras surpresas ao público: Mestre Vieira volta aos palcos com os parceiros das primeiras formações do grupo “Vieira e seu Conjunto”, sucesso nas décadas de 70 e 80. A reunião com Lauro Onório (guitarra), Idalgino Cabral (Contrabaixo), Luiz Poça (teclado) e o vocalista Dejacir Matos, dessa vez também acompanhados por Gorayeb (percussão) e Vovô (bateria) foi batizada “Mestre Vieira e os Dinâmicos”. A apresentação do grupo será registrada para o documentário sobre os 50 anos de carreira do músico, o projeto patrocinado pelo Conexão Vivo, por meio da Lei Semear do Governo do Estado, tem lançamento previsto para o próximo ano.

O grande mestre da guitarrada também recebe outro ás do instrumento, João Erbetta. O guitarrista que atualmente participa da turnê de Marcelo Jeneci, conheceu a guitarrada de Vieira durante uma visita à Belém em 2004, pouco tempo depois foi morar nos Estados Unidos e foi no jazz tradicional de New Orleans que Erbetta reencontrou a sonoridade que conheceu na Amazônia. “Parte do repertório era baseado nos Beguines da Martinica e outras partes caribenhas, na hora percebi a mesma conexão que havia com o carimbó e, consequentemente a guitarrada. Me interessei ainda mais pelo Mestre Vieira e pela sua música”. O convite para participar do show e do documentário foi aceito imediatamente, mas o repertório e os arranjos ainda são um mistério.

Serviço

6º Festival Se Rasgum. Hoje, amanhã e depois no Hangar. Ingressos: R$ 25 antecipado / R$ 70 (segundo lote) o passaporte para as três noites. No quiosque do primeiro piso do Boulevard Shopping e na Ná Figueredo (Gentil Bittencourt, 449). Realização: Se Rasgum Produções e Sonique Produções.

SÓ O ROCK SALVA – Primeira etapa das Seletivas do Festival Se Rasgum – Showzaço da banda Cachorro Grande

Uma noite quente em todos os sentidos marcou a primeira etapa das Seletivas do Festival Se Rasgum, um dos mais importantes do Brasil. O que foi mais importante nesse momento inicial ficou centralizado na diversidade musical das bandas e artistas, do rock visceral da Vinil Laranja; passando pelo reggae descontraído do Juca Culatra junto com a Cristal Reggae; indo pelo momento Hip-Hop com Vida Noturna e MC Gaspa; a sonoridade doce e caliente do Projeto Charmoso e uma das grandes surpresas da noite a banda Maquine. Um prato cheio para quem está interessado em música de qualidade.

Mas um dos grandes momentos foi mesmo a apresentação dos gaúchos da banda Cachorro Grande, eles mostraram o quanto é SENSACIONAL ir a um show de Rock’n’Roll. Piração total, Corpos suados e pulando a cada acorde. Mais um show inesquecível de 2011 já repleto de grandes particularidades sonoras para o Pará e para o Brasil. Parabéns a toda a equipe da Se Rasgum. E SÓ O ROCK SALVA.

Seletiva abre inscrições e lança o VI Festival Se Rasgum

De 8 a 22 de agosto, bandas e artistas paraenses poderão se inscrever na Seletiva Se Rasgum 2011 – Edição Belém, que será nos dias 10 e 17 de setembro, que ainda terá o lançamento do VI Festival Se Rasgum com Cachorro Grande e Otto

Chegou a hora das bandas da capital e outros municípios do Pará se inscreverem na Seletiva Se Rasgum 2011 – Edição Belém. Esse ano as Seletivas Se Rasgum trazem pequenas mudanças em seu formato, no local e nas atrações de encerramento. Desta vez, no African Bar, as bandas que disputarão as quatro vagas restantes no VI Festival Se Rasgum abrirão para o Cachorro Grande (dia 10) e Otto (dia 17), já marcando o lançamento do VI Festival Se Rasgum, que será de 14 a 20 de novembro, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.

Através da Lei Semear de incentivo à cultura, o Se Rasgum integra a rede Conexão Vivo, uma iniciativa da operadora Vivo, dedicada ao desenvolvimento do setor produtivo da música, e, pelo terceiro ano consecutivo, compartilha os propósitos e os desafios da interiorização e da circulação de novos nomes da música brasileira. Em 2011, as Seletivas e o Festival Se Rasgum também contam com o patrocínio do Programa Petrobrás Cultural, através do edital de patrocínio para festivais de música, e com patrocínio da Di Casa, também através da Lei Semear.

Depois da Seletiva Se Rasgum – Edição Marabá, que escolheu as bandas Antcorpus (Parauapébas) e Pirucaba Jazz (Marabá) do interior para se apresentar no Festival, em novembro, em Belém, é hora da Seletiva Se Rasgum 2011 – Edição Belém, que abre suas inscrições para grupos de qualquer estilo musical que tenham interesse em participar do VI Festival Se Rasgum. Não poderão se inscrever os seis artistas que venceram as Seletivas do ano passado, de 2010, para que outros artistas novos tenham oportunidade de participar do Festival. Os grupos que se apresentaram na Seletiva de Marabá (e dos municípios de Marabá, Tucuruí, Canaã dos Carajás, Xinguára, Rondon do Pará, Novo Repartimento e Parauapebas) também não poderão concorrer na Seletiva Se Rasgum 2011 – Edição Belém, que serão transmitidas ao vivo pelo portal do Conexão Vivo (www.conexaovivo.com.br/aovivo).

 

Todas as bandas inscritas serão avaliadas por jurados de fora do Festival, que darão notas de 5 a 10 com intervalo de 0,5 ponto. As 16 bandas com maiores notas se apresentarão na Seletiva, oito no dia 10 e oito no dia 17 de setembro. Os grupos interessados deverão fazer sua inscrição no sitewww.serasgum.com.br até o dia 22 de agosto preenchendo devidamente o formulário e postando foto, release e, no mínimo, duas músicas.

As escolhas serão feitas por três jurados e mais o voto do público. A exemplo das edições anteriores, os jurados que fazem parte da primeira avaliação de todas as bandas inscritas são pessoas ligadas ao meio musical brasileiro. Depois da avaliação dos jurados, as 16 bandas com as maiores notas se apresentarão na Seletiva, com escalação de dia e horário que será feita em sorteio junto com as bandas. Os grupos vencedores serão anunciados no dia 17 de setembro no African Bar, durante o show de encerramento de Otto. Os quatro vencedores serão apontados com base na nota de juízes ligados ao meio musical e votos do público, sendo analisados pela perfomance, composição e técnica.

 

Para encerrar as noites de show, a Se Rasgum escalou duas atrações de peso dos festivais anteriores. A banda Cachorro Grande (RS), responsável por um dos shows mais aclamados do I Festival Se Rasgum, volta à Belém após cinco anos para fazer o show de encerramento das apresentações do dia 10, colocando o público para cantar junto com hits como Sexperienced, Hey amigo, Lunático, Sinceramente e Você não sabe o que perdeu. E no dia 17, o pernambucano Otto, que segurou o público até altas horas da manhã no Festival do ano passado, retorna para mais uma grande apresentação com canções como Janaína, Naquela mesa, 6 minutos e Crua.

As Seletivas Se Rasgum 2011 são os primeiros eventos do calendário oficial do Se Rasgum e são como um aquecimento para a maratona de shows, palestras e workshops do Festival. A edição de Marabá, realizada em julho, já confirmou duas atrações: a banda Anticorpus, de trash metal e o grupo de jazz, Pirucaba Jazz. Durante as apresentações serão divulgados alguns dos primeiros nomes de fora da sexta edição do Festival Se Rasgum.

SERVIÇO

Seletiva Se Rasgum 2011 – Edição Belém

Dias 10 e 17 de setembro, no African Bar

Show: Cachorro Grande (RS) dia 10, e Otto (PE) dia 17 + 8 bandas em cada dia

Inscrições: www.serasgum.com.br

Ingressos: R$ 40 (passaporte promocional limitado). R$ 25 por noite.

Pontos de venda: Ná Figueredo e *Quiosque Shopping Boulevard ( vendas a partir do dia 25/08)

* vendas no cartão