Entrevista Especial: Leandro Souto Maior, guitarrista da banda Fuzzcas

Leandro Souto Maior é jornalista e guitarrista da banda carioca Fuzzcas. Além disso, ele mantém o blog “Acorde”, no qual mostra o ponto de vista dele sobre os mais variados assuntos musicais. Nesta entrevista especial, ele conta detalhes sobre a trajetória musical e também sobre os novos projetos da banda. Let’s rock it.

Como e quando você começou a se interessar em tocar Rock’n’Roll? Aproveitando, quais foram as tuas primeiras bandas?

 

 

 

Foi através da coleção de LPs dos Beatles do meu pai, que herdei, registre-se, e hoje está no na minha casa, que chamo de Museu do Rock, por teu ter esse mau hábito de acumular coisas dos meus ídolos. Minha primeira banda foi a Mississippi Blues Band, nso anos 90, em Niterói, que chegou a gravar algumas faixas, que hoje podem ser ouvidas aqui https://soundcloud.com/mississippibluesband

Você é guitarrista da banda Fuzzcas. Como  poderia descrever a trajetória da banda até agora? E quais são os próximos projetos?


O Fuzzcas está em um momento especial. Temos o primeiro CD prontinho, vai se chamar ‘Feliz Dia de Hoje’, deve sair daqui um mês, estamos já apenas esperando chegar da fábrica. Com o CD, virá também nosso site e um novo clipe, da música ‘Bad Girl’, gravado no Teatro Rival. Será nosso segundo, já que é possível conferir ‘Acorde Mais Cedo’, nossa estreia em clipe, no YouTube.

Quais são as tuas principais influências musicais?

Beatles, Led Zeppelin, Mutantes e Jimi Hendrix. Admiro guitarristas como Eric Clapton, Santana ou Jeff Beck, cuja técnica é limitada mas a genialidade é sem limites.

Como você analisaria a cena do rock independente do Rio de Janeiro?


Acho que existem bandas e artistas bem interessantes, mas sinto falta de uma união maior da turma, algo como um movimento, para que todos consigam uma exposição maior e que um público seja de fato formado. 

Este blog tem como objetivo também divulgar e relacionar o trabalho das bandas de rock do Pará, com as outras do resto país. Quais bandas de rock Belém que você conhece?

Na verdade, não muitas. Tem o Molho Negro e tinha o La Pupuña, mas acho que não existe mais… O guitarrista hoje toca com a Gaby Amarantos, né?

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *