Ensaio Aberto Especial de Aniversário de 4 anos Banda Aeroplano

Neste Sábado dia 30 de maio – Ensaio Aberto Especial de Aniversário de 4 anos Banda Aeroplano


Três anos de shows, vários festivais, participações em coletâneas, e dois EP’s lançados se acumulam na bagagem do Aeroplano, uma das mais bem conceituadas bandas do Pará, formada por Eric Alvarenga, Bruno Almeida, Felipe Dantas e Diego Fadul.

De Porcupine Tree a Queens of the Stone Age, passando por Smashing Pumpkins, Muse, Radiohead e Wilco, o quarteto mistura tudo o que é rock, sem deixar de lado as baladas que puseram o Aeroplano no rol das grandes bandas de Belém, como a famosa “Pra você, solidão”, do EP Aeroplano, lançado em abril de 2006, que tocou com grande freqüência em várias rádios da cidade, estando entre as 10 mais pedidas na programação da Rádio Cultura FM, segundo a Revista “Ache Belém”.

Na Internet, o programa “FRENTE” apresentado por Henrique Portugal (Skank) também contou com a participação do Aeroplano.

Como uma das integrantes do Projeto Ensaio Aberto, parceria da Ná Music com a Amazônia Celular, o Aeroplano teve a oportunidade de lançar o segundo EP, chamado “Solidão, pra você” em outubro de 2006, abrindo o show da paulista Forgotten Boys em Belém. Este EP rendeu um excelente release na revista Decibélia, que pontuou o disquinho como 4 estrelas.

No currículo, o quarteto ainda leva participações nos festivais Memorial do Rock, Festival Se Rasgum, FestRock Pará 2006, FestRock Barcarena 2007, BELROCK, Festival da Cultura do Município de Portel e o Festival Quebramar de Música Independente ( Macapá-AP), o apoteótico show no Fórum Social Mundial 2009, além de muitas outras apresentações ao lado de outras grandes bandas paraenses pelas noites de Belém.


e-mail:
http:[email protected]om

Links:
www.myspace.com/aeroplanobr
www.belrock.com.br/aeroplano
www.fotolog.com/aeroplanorock

Detalhes da volta da banda Indústria Vital entre outros assuntos com Floriano

Floriano, guitarrista conta detalhes de vários projetos com exclusividade para o blog Rock Pará, entre elas: A nova identidade da banda Indústria Vital. A banda vai se apresentar no próximo dia 30, a partir das 22 horas, no Amnésia Pub, que fica na Quintino Bocaiúva, próximo à 28 de setembro).

Você é um dos músicos mais conhecidos da cidade e faz e fez parte de bandas importantes. Quais são os teus projetos atuais?

Ultimamente tenho me aventurado em umas áreas que sempre fizeram minha cabeça, como o cinema. Tenho feito trilhas pra alguns curta-metragens e curti a experiência. Além da Indústria Vital, tenho um outro projeto que toca na noite, a TomaRock, que tem sido bem divertido de botar pra frente. Pra completar, tô bastante empolgado com um convite pra ser diretor de palco de um projeto que incentiva a nossa cena independente e que ainda vai dar muito o que falar, o Casa de Caba.

A Indústria Vital está voltando. Qual é a formação atual? E quais são os próximos passos da banda?

Depois de quatro anos parada, retomamos a Indústria com força total, num formato power trio: Eduardo no baixo, Júnior na bateria e eu na voz e guitarra. Com essa formação, as músicas ganharam novos aranjos e ficaram com mais punch. O Eduardo é muito bom nessa parte de deixar tudo bem preenchido sem simplificar demais. Nossas composições acabaram ficando mais power pop que nunca. Isso vai poder ser conferido no nosso segundo álbum que estamos gravando de forma inependente e que está previsto pro fim de julho. O público também vai poder conferir nsso som nas festas mensais que chamamos de Liquidificador, com dois coletivos de DJs veteranos, o On The Rock’s e o Afrika Brazil. Aliás, no próximo sábado, dia 30/05, faremos uma edição especial da festa, com a IV tocando nossos sons e fazendo um tributo ao Smiths (banda que teve certa influência nas nossas composições) e com o On The Rock’s fazendo o Especial Depeche Mode, onde o Ruy Oliveira, Alex Pinheiro e Welton Coelho vão mostrar o novo disco do grupo inglês. Em tempo, o Liquidificador Remember 80’s vai ser no Amnésia Pub (Quinitno próximo à 28 de Setembro), no próximo dia 30, a partir das 22h.

Como você analisa a atual situação do rock autoral, e sobretudo, independente no Pará?

Apesar de ter banda boa pipocando em toda parte, sinto falta da verve do povo do metal e do punk nas bandas alternativas. Pode ver, a cada duas semanas tem apresentação e festival desses estilos na cidade. Já o público alternativo se preocupa se o lugar é refrigerado, se na praça que a gente vai tocar tem “lugar coberto”. O lance é ir lá e fazer logo! Fora isso, estamos muito bem, obrigado! Ver o Vinil Laranja ir tocar nos States e o Madame Saatan no Altas Horas, quebrando tudo, mostra que não estamos longe demais das capitais.

Para quem está começando agora, o que você poderia dizer para essa pessoa?

Mete a cara, mano!

LANÇAMENTO DO SINGLE DA CONTROL PRODUÇÕES

A Control Produções com muito orgulho lança seu primeiro single: “Perigótica” traz dois sons produzidos pelos Dj’s da Control em parcerias com renomados músicos mundiais.Perigótica é uma divertida canção sobre a cena e principalmente sobre as mulheres góticas com seu ar sombrio e misterioso. Uma mistureba de influências e de estilos carinhosamente definida como Synthbrega.

“Perigótica” é uma homenagem as mulheres fatais que habitam nosso imaginárioNo Lado B a faixa “Eu Quero Ser O Seu Cachorro” onde o desejo de liberdade do homem esbarra na liberação feminina. Mais uma vez influências universais marcam a cara da produção que por definição tem apenas o título da musica.Perigótica tem nos vocais a inglesa Valentina Tunguska, no baixo o belga Stanley Fincher, na guitarra o escocês Alex Drugo e nos synths os marajoaras Djs Control.

PARA BAIXAR ACESSE O BLOG DA CONTROL:

CONTROL PRODUÇÕES. CONTATOS: 3246-8245 – Márcio: 3265-4232 – Emerson: 8187-5401 – Rafael Blog: http://festascontrol.blogspot.com/

SUZANA FLAG DE VOLTA AOS PALCOS E EM GRANDE ESTILO

A banda Suzana Flag estreia no bar Stand By (Rui Barbosa, antigo Santa Fé) o projeto Eletrosfera Bar.

Neste projeto a banda mostra a sua versatilidade em clássicos da Bossa Nova, do Pop Rock Nacional, da Música Nordestina e do Classic Brega dos anos 80. Tudo em versões eletrônicas e eletroacústicas. O repertório vai desde “Corcovado” (Tom Jobim) até “Sebastiana” (Jackson do Pandeiro), passando por “Ao Por-do-Sol” (Teddy Max) e “Beat Acelerado” (Metrô). Além de clássicos, há b-sides como “Sobre o tempo” (Pato Fu) e “Hoje” (Paulo Miklos).

As músicas serão apresentadas com uma textura eletrônica sem perder a energia da banda, que toca ao vivo acompanhando as programações e beats. As bossas novas ganham uma textura Dub enquanto os rocks ficam mais swingados, dando unidade orgânica ao repertório. O repertório de bregas clássico mantem a lírica e a levada dançante sem se aproximar drasticamente, no entanto, do tecnobrega.

De acordo com Joel Melo, compositor do Suzana Flag e arranjador do projeto, não se trata de um projeto menor em termos de criação artística. “Ele traz a nossa verve de intérprete e, ao contrário do que se possa pensar, tem muito a ver com a gente. Afinal, essas músicas fazem parte do nosso universo sonoro também. Isso toca nas vans que nos levam de Belém a Castanhal ou do que escutamos em casa, como a bossa nova, que sempre me influenciou”, explica.

Susanne Mey, vocalista da banda, diz que a parceria com Joel, que tem mais de nove anos (a idade do casamento entre os dois) já rendeu interpretações assim anteriormente. “Teve períodos anteriores ao Suzana Flag e mesmo à banda Super 8 em que era comum a gente tocar em bares ou festas de amigos essas músicas, principalmente a MPB e a bossa”, disse ela.

Além do repertório de releituras, a banda que inclui ainda o guitarrista Nicolau Amador, o baterista João Ricardo Ramones e o baixista Andrey Caldas, vai apresentar hits do disco Fanzine e inéditas do disco “Souvenir”, que aguarda recursos do edital do ano passado da Secult para ser finalizado e chegar ao público.

“Enquanto a gente não traz a tona esse disco a gente se diverte e diverte, trabalham, e fica próximo do nosso público”, resume Joel Melo.

Além do show de quarta-feira, o Suzana Flag prepara uma festa para lembrar o dia dos namorados, em parceria com o grupo Telesonic, que vai acontecer no dia 12 de junho no Café com Arte.

Serviço:
Show Eletrosfera Bar, com Suzana Flag, dia 27, quarta-feira, a partir das 21h no bar Stand By (Rui Barbosa, antigo Santa Fé). Couvert Artístico por cabeça: R$ 5.
Informações: (91) 9614 1005

SÁBADO É DIA DE MUITO ROCK

Sábado é dia de revival!

Se Rasgum Old School

Voltou a tradição: todo mês uma festa no Café com Arte relembrando os velhos tempos. É HOJE


A Dançum Se Rasgum Produciones traz de volta os dias de ouro das festas de rock no Café com Arte, com a discotecagem que mistura um passei por todas as décadas do rock ‘n’ roll na pista principal, Porão Se Quebrum e Cemitério Indie. Sábado, 23 de maio, mas uma festaça com os DJs Damaso, Arede e G Bandini e os convidados Argemon, Erico, Bina Jares e a volta de Dudu Feijó à pista do Café com Arte com seus discos do New Order, The Smiths, Joy Division e toda a raça post punk.

No Porão Se Quebrum, a malícia do samba rock, música brasileira, beats latinos e todas as esquisitices divertidas que fazem o do Porão Se Quebrum um lugar ainda mais perto do inferno.

Então tá selado. Se quiser ouvir uns clássicos dos anos 60 e 70, bagunçar na New Wave, decorar letras de indie rock e sacodir com versões e cafonices a festa é essa!

DJs: Damaso, Dudu Feijó e Marcel Arede.
DJs convidados: Argemon, Erico. Leo Aquino e Bina Jares.

Promoção: 10 pilas até meia-noite e 15 após

Promoção de cerveja: 5 latinhas por 10 pilas.

Se Rasgum Old School
Sábado, 23, no Café com Arte
Ingressos: 10 dinheiros até meia-noite, depois são 15.

Marisa Brito em novo projeto de Edgard Scandurra

A cantora paraense Marisa Brito (A Euterpia) participará do novo projeto do Guitarrista Edgard Scandurra. Nos dias 22, 23 e 24 de maio, o músico reunirá grandes nomes da música para a gravação de seu primeiro DVD, Amigos Invisíveis – 20 Anos. O trabalho será gravado durante shows no Teatro Fecap, na Liberdade (São Paulo-SP).

O título remete ao primeiro LP de Scandurra, lançado há duas décadas. O repertório do show se dividirá entre faixas do Ira!, da carreira solo de Scandurra e algumas inéditas. No palco, o músico receberá amigos para partipações especiais, entre eles: Fernanda Takai, Guilherme Arantes, Jorge Du Peixe, Charlie Crooijman e Zélia Duncan. Marisa Brito fará os vocais ao lado de Juliana R. E para completar a banda, os músicos: Dustan Gallas (teclado), Felipe Vieira (bateria) e Daniel Scandurra (baixo).

Serviço:

Teatro Fecap (Av. Liberdade, 532, tel. 2198–7719 – http://www.fecap.br/) 22, 23 e 24 de maio, sexta e sábado, 21h. Domingo, 19h. Lotação: 400 lugares. Duração: 90 minutos. Preços: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).